Notícias

Tecnologia de Precisão em Máquinas Agrícolas

12/06/2021 15h21

Produtores e trabalhadores rurais de Araguaçu, no sul do Tocantins, participaram do curso de “Tecnologia de Precisão em Máquinas Agrícolas”, oferecido pelo Senar em parceria com o Sindicato Rural de Araguaçu. Em uma semana de atividades teóricas e práticas, os alunos puderam conhecer as tendências do setor, equipamentos e recursos tecnológicos que estão sendo empregados no campo para garantir mais segurança, qualidade, precisão e resultados nas atividades rurais.

Segundo o instrutor do Senar, Gibson Neres, no curso foi demonstrado como este setor tem se modernizado. Os equipamentos empregados nas atividades são de alta tecnologia e alguns chegam a dispensar a presença física do operador para operá-lo, o que pode ser feito remotamente. Para ele, oportunizar o curso a produtores e trabalhadores foi importante para preparar mão de obra para uma expansão ainda maior das atividades no campo que deve ocorrer não só em Araguaçu, mas em toda a região.

Para o presidente do Sindicato Rural de Araguaçu, Carlos Ribeiro Soares, a qualificação foi uma oportunidade tanto para pecuaristas como para produtores de grãos e os trabalhadores rurais. Ele acredita que o pecuarista precisa estar atento aos avanços tecnológicos porque precisa melhorar suas pastagens, o produtor de grãos depende da tecnologia para expandir área e ganhar produtividade para elevar rentabilidade e já o trabalhador qualificado certamente terá melhores oportunidades de trabalho, com ganhos mais expressivos.

AVANÇO DA AGRICULTURA

O município de Araguaçu, a 400 km de Palmas, na região sul do Tocantins, tem o maior rebanho bovino do Estado com aproximadamente 381 mil cabeças de gado. A atividade predominante é a cria e recria de animais. Mas outra atividade que está em franca expansão no meio rural do município é a produção de grãos. Em pouco mais de cinco anos, a área plantada saltou de 3 mil para mais de 16 mil hectares cultivados.

A fazenda do grupo Agro Pirinelli, onde foi realizado o curso do Senar, é um exemplo disso. A área era destinada a pecuária, mas quando foi adquirida pelo grupo a pastagem deu lugar à lavoura de soja. Com investimentos adequados e o emprego de tecnologia, hoje os índices de produtividade estão muito próximos dos indicadores que o grupo consegue em outras propriedades que tem no Estado de Goiás.

Segundo o produtor Abel Pirinelli, nas últimas safras foram colhidas em média 65 sacas de soja por hectare. Pioneiros na produção de grãos em safrinha no município, eles também registraram avanços nessa área com produtividade média de 15 sacas por hectare de milheto, 70 sacas por hectare de sorgo e 100 sacas por hectare de milho. “Estamos muito satisfeitos com esses resultados e temos certeza de que foi o emprego de tecnologia que nos permitiu chegar nesses números em tão pouco tempo. Antes a gente plantava e ficava na expectativa, mas hoje temos condições e ferramentas de garantir que nosso trabalho vai dar certo”, destacou.

VISITA DA FAET

Na etapa final do curso em Araguaçu, os participantes receberam uma visita especial. O presidente do sistema Faet/Senar, Paulo Carneiro foi conferir o andamento das atividades. Viu de perto a satisfação dos produtores e trabalhadores envolvidos no curso. Ao lado do presidente o Sindicato Rural de Araguaçu e do produtor Abel Pirinelli, um dos donos da fazenda, Paulo Carneiro destacou a alegria de ver que os alunos estavam entusiasmados com o conhecimento adquirido. “A atividade rural está avançando dia após dia e quem estiver qualificado vai sair na frente. O sistema se preocupa com isso, qualificar a nossa gente e também dar ao produtor rural profissionais mais preparados para as necessidades do mercado”.

Durante a presença em Araguaçu, Paulo Carneiro também conheceu as obras de construção do primeiro secador e graneleiro do Grupo Pirinelli no município. Com capacidade inicial para 45 mil sacas, a obra já deve estar pronta para a próxima safra. Por conta do avanço da agricultura, outro antigo graneleiro do município também está sendo reativado, comprovando o potencial da região para a produção de grãos. O presidente da Faet também esteve no Sindicato Rural de Araguaçu, onde fez reuniões e também conheceu duas salas para depósito que foram construídas recentemente. Também esteve com o prefeito da cidade, Jarbas Ribeiro, onde discutiram melhorias para a malha viária do município para atender às demandas do setor rural.

MAIS SENAR:

Para mais informações sobre os cursos de Formação Profissional Rural e sobre notícias relacionadas ao agro no estado, acesse nosso site: www.senar-to.com.br