Notícias

Tocantins se mobiliza para proteger nascentes e apresenta bons exemplos para o país

28/03/2018 13h54

A mobilização aconteceu no município de Araguaçu

O Tocantins inteiro está mobilizado para proteger nascentes e contribuir para evitar a escassez de água nos mananciais em todos os municípios do estado. O despertar para esta consciência ficou mais acentuado com o lançamento do Programa Proteção de Nascentes, criado pelo Serviço Nacional de Aprendizagem Rural (SENAR) em parceria com a Confederação da Agricultura e Pecuária do Brasil (CNA).

Para cada processo de proteção é necessário que sejam cumpridas cinco etapas: o primeiro passo é identificar o tipo de nascente, entre três existentes: nascentes de fundo de vale, nascentes de encosta e nascentes de contato. O passo seguinte é cercar a nascente para protegê-la. Depois, é necessário limpar a área para não obstruir o curso natural da água. A conservação do solo é outra etapa fundamental deste processo para evitar a erosão, promovendo a infiltração da água e evitando o soterramento da nascente. Por último, o replantio de espécies nativas, pois a proteção do solo com vegetação própria de determinada região é uma das formas mais eficientes de proteção da nascente.

Com o intuito de despertar também em jovens sobre como preservar o meio ambiente e reflorestar, a Secretaria de Meio Ambiente de Araguaçu, através do seu secretário, Leizi Espíndola de Caetano (Instrutor do CNA Jovem), promoveu uma ação com os alunos da escola municipal, Aldenora Mendes, participaram do encontro 70 alunos, a visita foi realizada na fazenda Dona Janira, os jovens realizaram e puderam ver de perto como funciona todo o processo de Recuperação e Reflorestamento, Preservação e Conservação das Nascentes para melhor gestão hídrica. Cada aluno teve a oportunidade de plantar uma muda de várias espécies, e observaram como ocorre todo o processo.

O presidente do Sindicato Rural de Araguaçu, Carlos Ribeiro Soares, falou do compromisso e o interesse de todos os produtores rurais em colaborar com o Programa Proteção de Nascentes. “Os produtores rurais já possuem, naturalmente, a consciência da preservação de suas riquezas hídricas, e iniciativas como esta são muito bem-vindas, uma vez que muitos produtores têm interesse em contribuir com a proteção das nascentes, esse tipo de ação gera consciência não só para os produtores, mas como também para os nossos jovens que são o futuro do nosso país. Relembrou o presidente.

Assessoria de Comunicação FAET SENAR do Tocantins
Palmas, 28 de março de 2018