Notícias

SENAR fortalece piscicultura do Parque Aquícola de Lajeado

14/07/2021 19h30

A piscicultura é uma das cadeias que vem ganhando muita força no Tocantins. Segundo dados da Associação Brasileira de Piscicultura (PEIXE BR), publicados em fevereiro deste ano, houve um crescimento de 11% na atividade em 2020. O estado produziu cerca de 14,8 mil toneladas de peixe. Para incentivar ainda mais essa cadeia, o SENAR tem dado o suporte necessário aos produtores, qualificando produtores e trabalhadores. Nessa semana, foi a vez do Parque Aquícola de Lajeado receber o curso de “Beneficiamento e Processamento de Pescado”.

Os participantes que já são beneficiários do programa “Assistência Técnica e Gerencial (ATeG)” também receberam da entidade, como forma de incentivo, alevinos e ração para tilápias. Agora, com a produção em alta, eles necessitavam também de um treinamento que os orientassem no processamento do peixe, com o objetivo de agregar mais valor ao produto.

De acordo com a engenheira de alimentos, Patrícia Oliveira, o objetivo é fomentar a atividade da piscicultura “Além de técnicas de limpeza, corte e retirada do filé, os participantes também aprenderam a utilizar o pescado no preparo de diferentes pratos e através desses derivados, vamos propiciar alternativas concretas para que eles fortaleçam a cadeia produtiva da pesca na região com consequentes melhorias na renda familiar", destaca

Mais de 20 tipos de produtos foram produzidos: o produtor aprendeu a fazer linguiça, kibe, coxinha, hamburguer, torta, pastel, pão, ceviche, dentre outros derivados. Opções que estimulam o aumento do consumo de peixes. Os peixes processados foram a tilápia, caranha, corvina dourada e amarela, baiacu e mampará.

“O mais incrível no curso é que conseguimos fazer o aproveitamento total do peixe, da carcaça a cabeça. Gosto sempre de falar que é dessas águas do parque aquícola que sai o nosso sustento e o SENAR tem tido uma participação muito importante desde quando chegou aqui”, pontua Gislaine Abreu, uma das participantes do curso.

O produtor João Mendes comentou: “após todos esses dias de atividades, conclui que não devemos parar; foi muito bom aprender novas técnicas, e queremos focar em novos apoios do SENAR para que nosso parque cresça e se aperfeiçoe”, afirmou.

MAIS SENAR: Para saber mais sobre programas, cursos e ações voltadas ao homem do campo, acesse nosso site. Confira também todas as notícias relacionadas ao agro. (www.senar-to.com.br www.faetrural.com.br )
 

DCom Sistema FAET/SENAR
Palmas, 14 de junho de 2021