Notícias

Piscicultor comemora resultados na produção com Assistência Técnica e Gerencial do SENAR

20/02/2020 17h29

A piscicultura é uma atividade que tem se expandido no Tocantins. Com 1.099 produtores atualmente em atividade, o setor da piscicultura no Tocantins produz 14.328 toneladas de pescado por ano, segundo dados da Ruraltins em 2019. Pensando em fortalecer o setor e a gestão de qualidade nas propriedades, o SENAR oferece o Programa de Assistência Técnica e Gerencial (ATeG) para vários piscicultores no estado.

O produtor Derci dos Santos, piscicultor no município de São Miguel, é um dos beneficiários da ATeG e comenta que o atendimento técnico é extremamente importante na atividade diária: “Com o acompanhamento do técnico de campo, identifiquei minhas falhas e passei a corrigi-las. Antes da assistência nós havíamos passado três ciclos com dificuldades na produção, problemas de água e desenvolvimento do peixe”, relembra.

Com apenas 06 meses de assistência técnica, o técnico de campo, Vicente de Paula Lima, trabalhou em alguns pontos importantes na propriedade como: cálculo de densidade dos tanques de acordo com a biomassa desejada; biometria mensal em todos os tanques de cultivo, avaliando o ganho de peso e ajustando a alimentação; análise de qualidade da água; calagem e adubação química dos tanques e fluxo de caixa da piscicultura mensalmente.

“Hoje o produtor enxerga sua propriedade como uma empresa rural, que precisa de todos os cuidados e atenção, exigidos em qualquer empresa urbana. Como resultado, o produtor saiu de 170,05 gramas de ganho de peso médio mensal no início do programa, em agosto de 2019, para 283,88 gramas em janeiro de 2020”, comemora o técnico.

Na Assistência Técnica o produtor tem mais ferramentas de suporte com o uso de novas tecnologias, assistência periódica, cursos e treinamentos oferecidos pelo SENAR e um rigoroso controle e acompanhamento das ações: “Acredito que muitos resultados ainda virão, afinal, ainda estamos com poucos meses de assistência. Hoje tenho mais segurança no que estou fazendo, consigo tomar consciência das mudanças necessárias, além de me sentir muito mais estimulado”, finaliza Derci.